Buscar
  • Ballet Maior

Entenda a diferença entre aquecimento e alongamento no Ballet



O frio começou e com ele vamos entender um pouco sobre a importância do aquecimento na prática de uma atividade física e, claro, da nossa aula de Ballet.

E percebam que eu me refiro ao aquecimento e não simplesmente alongamento!

Você sabe a diferença entre os dois???

Pois sim!!! São muito diferentes!

Alongamento pode ser definido como uma manobra realizada onde afastamos a origem da inserção do músculo ou de um grupo muscular, com o intuito de aumentarmos a amplitude de movimento.

A necessidade de um atleta ter mais ou menos flexibilidade depende diretamente da modalidade esportiva dele.


No caso de nós bailarinas(os), precisamos muita flexibilidade, até mesmo porque nossos movimentos exigem o "en dehors" (rotação externa na articulação coxofemural).

Já o aquecimento, são movimentos que elevam a temperatura corporal, aumentam a frequência cardíaca e aumentam o fluxo sanguíneo, melhorando a eficiência no transporte de O2, aumentando a ativação neuromuscular, melhorando o tempo de reação muscular e, consequentemente, a qualidade de execução do movimento muscular.


Estudos recentes demostram que, ao realizarmos exercícios de aquecimento, reduzimos a incidência de contusões músculotendinosas.

Para a vida de um bailarino, os exercícios de alongamento devem compor a sequência de exercícios de aquecimento, mas não devem ser únicos

, uma vez que também são fundamentais exercícios de mobilização articular para produzirmos o líquido sinovial que lubrifica as articulações, além de exercícios que aumentem nossa frequência cardíaca. Desta forma garantimos qualidade de movimento e vida longa aos nossos músculos e tendões!


Texto elaborado por Priscila Monsano

(fisioterapeuta, bióloga e bailarina).




Referência bibliográfica:

BORBOLLA, J. Neto. Alongamento X aquecimento. Uma revisão de conceitos.

97 visualizações